25 DE JULHO DE 2012 - DIA FORA DO TEMPO



Planeta Arte

Rede de Arte Planetária 
Dia-Fora-do-Tempo 

Desde 1992, a principal atividade da Rede de Arte Planetária tem sido organizar o Dia-Fora-do -Tempo - Festival Planetário da Paz através da Cultura. 

O Dia- Fora-do-Tempo, acontece anualmente, no dia 25 de Julho, é um dia para celebrar o Tempo é Arte, compartilhar o amor e o perdão univeral. 

A Rede de Arte Planetária (RAP) é uma organização mundial dedicada a disseminação do Calendário das 13 Luas e da Lei do Tempo. Ajude a organizar um evento na sua comunidade! 

Visite:http://www.planetartnetwork.info/ para encontrar a Rede de Arte Planetária na sua região. 

Acesse o Link da guia Cerimonial. 


Ano Mago Rítmico Branco
Espelho Rítmico Branco

Por vivermos em desarmonia com a Natureza criamos no nosso planeta um ambiente artificial que tem sido chamado de “tecnosfera”. Uma das causas dessa falta de harmonia é o nosso sistema artificial de tempo ser baseado no relógio e no calendário de 12 meses.
Sintonizando-nos com o Sincronário das 13 Luas, baseado nos ciclos do tempo natural, podemos restaurar a harmonia entre as pessoas e sair do mundo “babilônico” em que o nosso planeta tem estado mergulhado.


Kin 58: Espelho Rítmico Branco
Organizo com o fim de refletir
Equilibrando a ordem
Selo a matriz do infinito
Com o tom rítmico da igualdade
Eu sou guiado pelo meu próprio poder duplicado
Sou um portal de ativação galáctica, entra por mim
"A ordem, o conhecimento e harmonia equilibram a abundância da vida."

Unificando-nos no tempo, podemos unificar-nos na Paz. 
O Tempo natural não conhece fronteiras, nem ideologias, nem separação.
Existe apenas UM TEMPO, UM POVO, UMA TERRA.



ETZNAB - ESPELHO
Etznab

"Eu sou Etznab, a sala de espelhos.
Em minha brilhante simplicidade, apenas lhe revelo a verdade
De volta para você.
O mesmo reflexo é visto por alguns como beleza,
Por outros como distorção.
Entretanto, sou apenas um holograma espelhado,
Um meio de você adquirir visão real
Que vê através do espelho desta realidade aparente.

Viaje comigo agora, para o centro da sala dos espelhos
Sendo vazio, simples, quieto,
Liberto para o momento do círculo sem fim
Do labirinto da ilusão mental no mundo de aparências.

Eu sou Etznab.
Encontre minha reflexão infinita
Na poderosa realidade emergindo
Onde o tempo permanece estático;
Lá, a entrada do ponto do Grande Mistério aparecerá.
Meça o momento.
Entre na sala de espelhos.

Neste local de não-tempo, tempo fora do tempo,
No reflexo infindável do ser,
Você pergunta: "Quem sou eu?"
A questão responde, "Eu sou"
Como uma ruptura começa a se formar no espelho.
A abertura entre os mundos onde você entra.

Com a intenção clara do guerreiro espiritual,
Você se aproxima do espelho, sussurrando,
"Verdade, verdade, chame meu novo nome!"
O espaço arremessa com a poderosa vibração presa no vazio.
A palavra é falada.
Realidades e dimensões convergem.

O espelho se dissolve, bem diante de seus olhos,
E você caminha através do espelho, livre,
Na realidade maior.
Lá você vê uma pirâmide de Luz,
E começa a planar, com intenção clara,
De subir às alturas.
Ao ascender, você sente o mistério
De uma zona de poder magnificado descendente.
Se seu corpo treme, você diz
"Existe apenas a verdade deste momento, agora."
Ao alcançar o topo da pirâmide,
Você é atraído pelo padrão no centro
Onde você repousa olhando em direção ao paraíso, sem expectativas,
No êxtase da totalidade,
Vertendo unidade, atemporal.
Um ser luminoso aproxima-se
Com a espada da verdade e Luz
Com asas abraçando gentilmente o silêncio,
A Luz penetra em suas ilusões mais escuras.

Sem medo você espera a morte do seu ser,
Pois está pronto para receber a iniciação da espada.
A lâmina da verdade corta a ilusão,
Penetrando através do topo de sua cabeça até o seu coração,
Abrindo, conectando, alinhando coração e mente
Como um instrumento vazio, revelando a face da presença divina.
Neste momento de iluminação, conheça a si mesmo
Uma vez mais, como a pirâmide de cristal da Luz,
Cúpula do templo,
Unida com a pirâmide.

Nesta câmara secreta onde duas pirâmides se encontram,
Você é sacramentado, purificado.
Na graça você é tido como uma criança de verdade e lua,
Uma criança do Grande Sol Central,
Uma criança do eterno agora
Nesta união sagrada,
Saiba que você é o fruto Divino que cai
Da árvore da consciência do Único

O Descobridor
Verdade, chame meu nome. Eu fico nu diante de você, despido da ilusão." 

(texto retirado do site http://www.calendariomaia.hpg.com.br/arquivos/crianca_magica.html )
FONTE:http://chrisalvarenga.blogspot.com.br/2008/07/espelho-rtmico-branco-nossaeste-sou.html

Meditação Ponte Arco-Íris
Dia Fora do Tempo

nte: Casa Indigo



Se estiver em grupo, façam um círculo, se possível sentados no chão com as pernas cruzadas. Respire profundamente algumas vezes inalando o que for negativo, transmutando-o dentro de si exalando o que for positivo e purificado. Depois feche os olhos. Visualize que está no centro da Terra e visualize o núcleo gigante de cristal octaedro. Quatro faces do cristal têm a terminação em ponta na direção do eixo polar Norte. As outras quatro reúnem-se num ponto alinhado com o eixo polar Sul. Em volta do cristal octaedro gigante está a membrana interior da Terra, como um tambor ressoando na superfície da parte externa da Terra. A metade do Norte do cristal tem duas faces vermelhas e duas brancas; a metade do Sul tem duas faces azuis e duas amarelas.
Agora entre no cristal. No centro deste cristal gigante há um ponto intensamente fulgurante de luz branca. Uma coluna ou eixo etérico de luz estende-se de Norte a Sul, do ponto central fulgurante, pelas extremidades do octaedro indo para os pólos Norte e Sul no exterior da Terra. Ao redor deste eixo vertical etérico, magnético, de luz existem dois tubos de fluxos entrelaçados pelos quais a energia plasmática passa continuamente. Movendo-se em espiral em torno de cada um, como duas hastes de DNA, os tubos de fluxo têm a cor azul e vermelha. Estes emitem plasma – íons carregados eletricamente – para o ponto fulgurante no centro da Terra.
Em sequência, ao redor do lado do eixo Norte dessa coluna de luz, com os dois tubos de fluxos entrelaçados, está o átomo de tempo vermelho. Ao redor do eixo Sul de luz está o átomo de tempo azul. Os átomos polares de tempo vermelho e azul giram em direções opostas: o átomo de tempo vermelho do lado Norte gira na direção horária e o átomo de tempo azul do lado Sul na direção anti-horária. Os átomos de tempo consistem de sete pontos: um ponto central, dois pontos em cada extremidade do eixo vertical, e dois pontos cada – quatro pontos no total – equidistantes de cada um em cada lado do eixo central. Os seis pontos exteriores dos átomos de tempo têm quase o formato hexagonal, de uma figura de seis lados.
O plano gravitacional do cristal octaedro emana horizontalmente do centro luminoso fulgurante do cristal, estendendo-se para os quatro pontos que marcam as pontas do cristal onde se encontram as quatro faces do lado Norte e as quatro faces do lado Sul. O plano gravitacional que liga estes quatro pontos é como a base de duas pirâmides – uma pirâmide estende-se dessa base com quatro faces para o ponto Norte do octaedro e as outras quatro faces para o ponto Sul. Ao longo desse plano gravitacional, estão mais dois átomos de tempo, exatamente em oposição um ao outro: um branco e outro amarelo. Estes dois átomos de tempo gravitacionais têm exatamente a mesma construção dos átomos de tempo polares, vermelho e azul, exceto que os seus dois pontos axiais estão alinhados com o plano gravitacionalmargeando os seus lados como estavam e perpendicular aos átomos de tempo polares. Estes átomos de tempo branco e amarelo giram como rodas de pá fazendo um movimento lento circular anti-horário, da esquerda para a direita, ao redor do ponto central da luminosidade fulgurante.
Uma vez que tenha visualizado o núcleo de cristal octaedro da Terra com as suas oito faces, os quatro átomos de tempo, a coluna etérica de luz e os dois tubos de fluxo, então visualize que do centro do cristal uma corrente de luz multicolorida preenchida de plasma se projeta para ambas as direções dos dois pólos da Terra. Agora dirija-se do centro da Terra para um ponto fora no espaço de onde pode ver toda a Terra. Enquanto vê o cristal octaedro no centro da Terra nos pólos Norte e Sul a corrente de luz projeta-se para fora para se tornar uma grande e dupla ponte de arco-íris – o alternador do dia e o alternador da noite do campo magnético da Terra que se faz visível. Duas correntes de arco-íris ligam os pólos Norte e Sul da Terra, exatamente a 180º graus distantes uma da outra. À medida que a Terra gira lentamente ao redor do seu eixo, esta ponte de arco-íris mantém-se firme, constante e imóvel.
Quando completar esta visualização pegue em toda a Terra girando sob a ponte de arco-íris e coloque-a no seu coração. Imagine as duas correntes de luz projetando-se pela sua coluna vertebral, acima da sua cabeça e abaixo dos seus pés. Agora elas formam uma ponte de arco-íris semelhante, ao redor do seu corpo, alinhando a sua aura. Agora a Terra e você são um.
A Ponte de Arco-Íris da Paz Mundial é real. Existe uma ciência por trás de tudo isto. O que existe primeiro na imaginação, sendo visualizado por um número suficiente de pessoas, numa onda telepática de amor, no devido tempo se tornará realidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

RUDOLF STEINER - ORAÇÃO DE MICAEL / FORJANDO A ARMADURA

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA