1º DE MAIO - COROAÇÃO DE SAINT GERMAIN


A cada dois mil anos, a Terra entra em contato com um novo raio. A Roda Cósmica necessita, para uma completa rotação, de quatorze mil anos. Cada Chohan que é escolhido como representante do novo raio é COROADO como AUTORIDADE CÓSMICA, para continuar a evolução deste planeta e seus povos dentro este lapso de tempo.
O Sexto Raio, que estava sob a orientação do Mestre Jesus, terminou seu ciclo no dia 1º de Janeiro de 1954. Depois de um tempo transitório (poucos meses), começou, oficialmente, a Irradiação Cósmica do Sétimo Raio. O período de 1930 até 1954 é visto como a atividade do caminho preparatório semelhante ao trabalho antecipado de "João Batista".
No dia 1º de Maio de 1954, celebrou-se em Shamballa a cerimônia festiva da transmissão da coroa, cetro, espada e manto do Chohan retirante (Mestre Jesus) ao novo Chohan, Mestre Saint Germain.
O símbolo da autoridade, COROA, veio à Terra sobre a cabeça do Arcanjo Miguel, com os primeiros homens, que encarnaram sobre o planeta e, desde então, vem sendo usada sucessivamente pelos Chohans dos Sete Raios, por transferência a cada um deles, quando já decorridos 2.000 anos. Completara-se, portanto, 14.000 anos desde que o último Chohan do Sétimo Raio usou essa Coroa, transferida que fora de seu predecessor - o Chohan do Sexto Raio, que por sua vez, a recebera do quinto, prosseguindo desse modo a seqüência dos Chohans e seus Raios até o primeiro deles, no início do ciclo de 14.000 anos.
O próprio Bem-Amado Mestre Jesus colocou nas mãos de Saint Germain o cetro da autoridade, investindo-o de poder sobre a evolução de todos os anjos, homens e seres elementais na presente Era, ao ser iniciado o novo ciclo de dois mil anos. O Maha Chohan entregou-Lhe a espada simbólica que representa o poder do Espírito Santo. O primeiro gesto de Saint Germain: colocou a coroa sobre a cabeça de Sua Chama Gêmea, Deusa da Justiça e da Oportunidade, a Bem-Amada PÓRTIA.
Cada membro da hierarquia aproximou-se na correspondente ordem de categoria e todos, genuflexos, prestaram juramento perante o Novo Rei, Saint Germain, trazendo-Lhe as bênçãos de suas próprias emanações de vida. Anjos e seres elementais seguiram este exemplo, irradiando suas vibrações em direção ao reino humano e sobre todos os Seres que estavam cientes deste grande acontecimento cósmico.


O Conde de St. Germain é até hoje um dos grandes enigmas do Século XVIII. Alguns o conheceram como um grande ocultista. No entanto, foi mais que isso, pois seus conselhos tanto eram procurados como respeitados pelos reis e príncipes da Europa. Atualmente, pode-se encontrar registros preciosos de suas atividades nos arquivos da França, Alemanha,  Áustria, Holanda e Dinamarca. O conde foi  o espírito orientador dos Rosa-Cruzes. Dizem que aprendeu o segredo da alquimia quando era ainda muito jovem. Foi um homem que passou rapidamente pelas cortes européias de depois - simplesmente — desapareceu. O imperador Frederico, o grande, denominou-o "o homem q nunca morre". Algumas pessoas insistem em dizer que ele ainda vive como um Mestre entre o povo. Seja qual for a verdade, o conde de St. Germain, que tem defensores e detratores igualmente apaixonados.
É uma das mais intrigantes, poderosas e inusitadas personagens da história. A autora, Isabel Cooper-Oakley,amiga de H. P. Blavatsky, desempenhou um papel importante durante os anos de formação da Sociedade Teosófica e foi indicada por Annie Besant para ser presidente internacional do comitê de pesquisa das tradições místicas da mesma sociedade.

Leia mais em:Loja Sobrenatural

Outras fontes de consulta:
Fonte da imagem:http://universalismocristicoba.blogspot.com.br/2010/09/saint-germain.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM