HEXAGRAMA 18 - KU - TRABALHO SOBRE O QUE SE DETERIOROU

Correção de hábitos mentais decadentes e tolerância para com 
o que está arruinado nos outros
The I-Ching Tarot by Cheung Kwong Yin
O trabalho sobre o que se deteriorou tem supremo sucesso. 
As imagens apresentadas por este hexagrama são: uma tigela na qual os vermes proliferam, durante três dias, e a decadência humana como causa da corrupção. 
A tigela onde os vermes proliferam é uma analogia com as falsas ideias que nós ou os outros podemos ter sobre a maneira como funcionam as coisas. As falsas ideias brotam de percepções imperfeitas. 
O recebimento deste hexagrama nos diz que são incorretas algumas das percepções e crenças que vínhamos julgando definitivas. Ele também nos questiona sobre os meios decadentes pelos quais possamos estar nos relacionando com o Sábio, com o Destino, com as outras pessoas ou com nossa situação geral. Essa auto-análise deve avaliar também nossa maneira de reagir ao tratamento incorreto recebido dos outros. Antes de ir em frente, é preciso reconhecer e corrigir nossas ideias e atitudes falhas.
Três dias simbolizam três momentos na atitude de corrigir-se:
1) a diligência necessária para buscarmos nossos defeitos;
2) a sinceridade fundamental para nos decidirmos firmemente contra eles;
3) a decisão requerida para nos precavermos contra seu retorno.
O I Ching tende a preocupar-se com perspectivas falhas e difamações da verdade. Uma pessoa, por exemplo, alia-se ao seu ego por desconfiar que Deus não é bom, que o Destino é hostil, que a natureza humana é naturalmente falha, que a vida significa apenas sofrimento ou que os outros não podem encontrar o caminho correto sem a nossa intervenção. Em geral, aceitamos tais atitudes porque são comumente mantidas. O apego a elas resulta em indiferença ao sofrimento e insensibilidade à vida. Ao tolerá-las dentro de nós, involuntariamente influenciamos os outros a adotá-las.
Este hexagrama também mostra a maneira correta de reagirmos aos outros, quando eles se mostram insensíveis, indiferentes ou injustos. Para uma reação correta, precisamos alcançar uma perspectiva impessoal e Cósmica. Isto requer que eliminemos ou afastemos a raiva e nos libertemos de considerações pessoais, como o desejo ou a inveja. 

Se nos fixarmos num relacionamento confortável ou fechamos os olhos ao mal por causa do desejo, então "toleramos o que foi arruinado", somos incapazes de uma relação construtiva com o problema. 
O mal entra nossas vidas, principalmente por lhe concedermos espaço, se não formos rigorosos conosco.
Pela correção de nossas atitudes indulgentes será possível corrigir os relacionamentos deteriorados.

Para fechar, segue um "recadinho" do I Ching,  muito bom para nós eleitores:

...Finalmente, a ação sobre o que foi deteriorado se aplica ao comportamento social em geral. Os representantes de uma comunidade conhecem, intuitivamente, como pensam aqueles a quem devem servir. Se as atitudes do grupo forem de indolência, se as pessoas quiserem sacrificar o que de bom pode ser conquistado a longo prazo pelo proveito a curto prazo, então aqueles os representarão de acordo. Se, em suas atitudes, as pessoas forem firmes e corretas, seus representantes saberão como devem governar; pouco importa a forma de governo, o mal encontra sua base nas fraquezas das pessoas. Se elas forem fortes em sua direção interior e firmes de atitudes, o mal no governo e na sociedade não encontrará lugar onde proliferar.


Fonte: Guia do I Ching  de Carol K. Anthony - Ed. Nova Fronteira - 2ª edição

Comentários

  1. Beherethrost: Excelente post... Segunda vinda ao blog e mais uma vez me sinto realizado em minha busca... Paz e Luz pra ti Soraia!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por suas visitas, anônimo.

      Volte sempre.

      Excluir

Postar um comentário

Boas vindas!

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

ANIS ESTRELADO E A GRIPE H1N1

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA