ANO NOVO MAIA LUA SOLAR VERMELHA : KIN 9 - LUA VERMELHA - TOM SOLAR / TAROT XULTUN - O EREMITA

SELO 9 – Muluc – Lua
Este é um selo Vermelho do Leste, do elemento Água, regido por Mercúrio Galáctico, trabalha com o Chacra básico, usado para transmitir informações.
Visa estabelecer o equilíbrio entre os instintos com os sentimentos e a razão.
Está ligado às Águas Primordiais e aos instintos e emoções ligadas à vida familiar e à área afetiva.
Evoca a purificação dos instintos sexuais, a abluções, a gota de chuva, a Semente Cósmica no umbral da Consciência Desperta.
A sintomia positiva com a Lua lhe dá um temperamento emotivo, romântico e sonhador e cria grande dedicação ao bem estar da família, uso positivo de seus dons psíquicos, intuição, possibilidades de crescimento espiritual e comunicação com outras dimensões.
O desafio da Lua é aprender a se dominar, assumir responsabilidade pelo projeto que iniciou, ser coerente, persistente e reagir de maneira racional, sem se deixar levar à projeção de seus intensos sentimentos, conciliando a Anima




 Chalchiuhtlicue in the Codex Borbonicus

Mal sintonizado, este Selo cria infidelidade conjugal, torna as pessoas instáveis, volúveis, queixosas, presas ao passado, medrosas e acossadas por sentimentos paranóicos.
A Lua está sob a proteção da Deusa Chalchiuhtlicuea Deusa das Espadas de Jade, Deusa das Águas e protetora das famílias. Este Selo rege os rins, a bexiga e o 5º dedo do pé direito. 

 **********

POEMA DO SELO MULUC – LUA 

Eu sou Muluc, 
Lótus da recordação
Que carrega a semente do Grande Sol!
Suas preciosas sementes estelares permaneceram serenas no meu abraço protetor 
Como um sussurro tangente de uma ária muda; 
Esperando, aninhado nos braços do momento, 
Capaz de restituir-lhe o esplendor agora mesmo!
Eu sou o reino da percepção, o alimento que incita a semente sagrada. 
Eu sou a passagem harmoniosa através da qual você flui 
Para aquecer-se com a incandescência,
De toda a recordação que pode lhe pertencer. 

Assim que o despertar transforma sua forma terrena,
A semente cósmica se expande, liberando seu elixir. 
Como uma fonte transbordante, 
Flui pelo brilho do Eu, 
Fazendo do sussurro, voz poderosa 
Para levar sua mensagem
À rede galáctica que espera. 

Eu sou Muluc! 
Banhe-se nas águas da recordação,
Livre-se de seu véu do esquecimento, 
Mantendo sua percepção no momento. 
Eu lhe darei a confirmação amorosa
Do Divino, fruto sagrado
Por sensações e sinais. 
Eu o ajudarei a encontrar a harmonia 
Nas alterações de percepção que emergem 
Com a ativação destas sementes sagradas. 
Eu o apoiarei na assimilação de novas energias e frequências 
No monolito sagrado,o farol do ser. 
Eu o ajudarei a ter confiança 
Para sustentar a plenitude de sua Luz.

Juntos, plantaremos um lindo jardim, 
Nutrido pelo seu desejo de união. 
Eu o deixarei sob o meu manto protetor de Luz 
Até a força do guerreiro do arco-íris emergir. 
Eu segurarei suas mãos com firmeza
Até que eu tenha certeza de que a recordação é mesmo sua, 
Certamente você ouviu os acordes da canção sagrada
Que celebra sua beleza e poder. 

Então abrirei os meus braços para libertá-lo,
Na passagem harmoniosa, 
Elevando-o de meus portais, 
Agora repletos de recordação
De seu propósito revelado no jogo cósmico da Luz. 

O Descobridor.
Sinta o farol em você, recebedor, para despertar a consciência e as transmissões do Divino.

******
Tom Solar 9 - BOLON
O número 9, Bolon, o Raio Pulsante da Periodicidade Cíclica é o Tom Solar, onde o desejo de concretizar o projeto é estimulado, a excitação aumenta com a concentração de energia e impulsiona a vontade.
Tem afinidade com o Leste, a primavera, de onde surge a vida, sua função é estimular a ação criativa, e sua ação é ativar a realização.
Qualquer Selo que leve o Tom 9 irá receber a dinâmica da vontade para se expressar no mundo. O 9º mês do Ano Maia recebe seu nome, Lua Solar.  É regida pela constelação do Jaguar e pelo planeta Mariposa Arco-íris da mesma constelação.


Sua planta é o ébano-vermelho, sua pedra, a alexandrita azul-violeta, sua ave, a mariposa monarca.  A estrela-guia é  Alferatz, Alfa de Andrômeda.

**************
No Xultun , tarô Maia, o selo da Lua é representado pela carta do Eremita.

O Eremita é regido por Saturno, como o Arquétipo do Ancião Sábio,corresponde ao Tom 9, Solar, Yang, o Raio Pulsante da Periodicidade Cíclica, e se relaciona ao Selo da Lua, regido por Mercúrio ou Hermes Trimegisto, chamado no Panteão Maia de Yacatlecutli e, na tradição africana de Exu, em sua qualidade de Psicopompo.
Se o Tom 9 excita e concentra a intuição da vida espiritual, e estimula diante a Vontade para que possamos prosseguir com nossos planos sem desistir diante dos obstáculos, Saturno enfatiza a vida instintiva e sensorial, fazendo com que o Eremita trabalhe com o Chakra Básico.
O Selo da Lua  é Vermelho e suas funções primordiais são o sentimento, pelo Selo, e o pensamento, por Mercúrio, tendo como propósito estabelecer a harmonia entre os dois pares de funções racionais e irracionais. 
Com isso, todas as funções estão igualmente enfatizadas, criando tensão e exigindo tempo e trabalho paciente para que possam ser integradas.
Por isso, o Eremita precisa ficar a sós consigo mesmo para buscar o autoconhecimento.
Na carta anterior, o Cacto (vide imagem ao lado), o Guerreiro aprendeu a ser imparcial ao avaliar a si mesmo e o mundo exterior, agora precisa continuar seu trabalho, introjetando a harmonia obtida em seu mundo psíquico, para não se deixar afetar por qualquer evento externo. O Arquétipo do Eremita mostra a etapa da Jornada em que o Guerreiro precisa se retirar do mundo e dedicar-se à introvisão para purificar as fontes da vida e reavaliar toda a Jornada feita até agora.
Na carta anterior, o Cacto, o Guerreiro se defrontou com o karma e agora precisa refletir sobre as causas do que lhe aconteceu e pesar sua vida e suas motivações mais secretas. Solitário, ele ferve as flores sagradas do Cacto, que o sintonizam com seu próprio centro e lhe abrem os canais de comunicação psíquica entre o Céu e a Terra, enquanto a Kundalini é purificada e elevada pelo Fogo Universal. No caldeirão, ferve o Vermelho da vida instintiva do Dragão das Águas Primordiais, no processo de ser transformado no Rosa, ao se combinar com os sentimentos. Enquanto isso, o Eremita aponta para o Céu com a mão direita e para a Terra com a esquerda, integrando a intuição com a vida instintiva, a razão com a emoção. Assim, ele se torna cada vez mais consciente e capacitado para se harmonizar e colocar-se acima de todas as dualidades aparentes do mundo da matéria. Seu pé esquerdo repousa sobre uma inscrição coberta de símbolos que representam a sabedoria de Gaia e sua capacidade de nutrir o espírito do Guerreiro, combinando-se com a sabedoria de Céu, refletida pelas inscrições sobre sua cabeça. Na solidão, o Guerreiro se torna capaz de conquistar a serenidade e o autodomínio para utilizar seus poderes psíquicos e buscar o autoconhecimento.



Fontes:
A criança mágica - Poema dos Selos - "O Oráculo Maia, o Retorno para as Estrelas", Autores: Ariel Spilsbury e Michael Bryner
Calendário Maia  e  O Xultun - de Diana de Assis

Comentários

  1. Eu te imploro um favor .
    Comprei o livro Calendário maia porem ele veio sem o kit para interpretar o calendário.
    Você poderia me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Júlio.

      O livro que você comprou é o da Diana de Assis "Calendário Maia?
      Este kit que você fala é a bússola?

      Aguardo retorno.

      Excluir

Postar um comentário

Boas vindas!

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM