SALVE OS PRETOS VELHOS! YORIMÁ - A POTÊNCIA ILUMINADA


Yorimá é a potência da palavra da lei. É a força da sabedoria em domínio sobre a magia.
Entre a cachoeira e o mar existe uma energia que se vai avolumando e adquirindo mais força à medida que se aproxima do mar, para então penetrar nele. É como a vida adulta da criatura humana que vai armazenando conhecimentos a partir da infância, adquirindo experiência pela vivência, até passar para outra vida e deixar registrada a sua bagagem experimental. Quando muda de uma vida para a outra, toda a bagagem ou experiência adquirida se transforma em sabedoria. A transformação da experiência é a energia da sabedoria. Esta energia é Yorimá, potência iluminada da lei que rege a vida.
Assim, o significado mágico do seu nome está na formação da palavra: 
yo - vitalidade saindo da luz ou da energia, potência, princípio, ordem;
ri - rei ou potência maior manifestando-se, iluminação, iluminado e 
ma - lei.
Yorimá é uma linha que, através do amor, da compreensão e da humildade, consola os aflitos, reanima os fracos e valoriza o sofrimento humano com o fundamento da transformação que conduzirá à felicidade eterna. É a linha dos Preto Velhos.

Suas falanges
1) Falanges do povo da costa - Rei Cambinda.
2) Falanges do povo do Congo - Rei Congo.
3) Falanges do povo de Angola - Pai Joaquim.
4) Falanges do povo da Guiné - Pai Guiné.
5) Falanges do povo de Moçambique - Pai Jerônimo.
6) Falanges do povo de Luanda - Pai José.
7) Falanges do povo de Bengala - Pai Tomé.

POVO DA COSTA
(REI CAMBINDA)
Legião de espíritos dos negros africanos escravizados que trabalham com a renovação de forças. O sentido de trabalho desta legião é o de enxugar o pranto do filho e ajudá-lo a caminhar pelo vale de lágrimas. A transformação se dá na resignação e na coragem para enfrentar a dor e o sofrimento originários de dívidas passadas. Eles cruzam com a vibração de Iemanjá. Sua cor vibratória é o roxo com azul claro.


POVO DO CONGO
(REI CONGO)
Legião de espíritos dos negros escravos que trabalham com a força recém-transformada, isto é, com a força pura e nova, no sentido de vencer a dor envolvendo a alegria interior. Eles vibram nas cores branca e preta.

POVO DE ANGOLA
(PAI JOAQUIM)

Legião de espíritos dos negros escravos que trabalham no fundamento da manutenção da força cósmica e de sua aplicação mística. Sua missão é trazer luz e força para os filhos que ainda estão no cativeiro, como escravos dos vícios, dos erros ou da maldade humana, ajudando-os a sobreviver e vencer o sofrimento pelo uso de todo misticismo da força, quer através de rituais, quer através de descontração e sublimação dos valores positivos da criatura humana. Vibram nas cores branca e preta, que significa luz e sombra para produzir o terceiro elemento que é a penumbra.
Muitas vezes esta legião assume a cor roxa e nesse caso isto representa a inclusão da cor vermelha entre o branco o preto, cuja mistura gera o roxo, tornando-o assim misterioso, mas que representa o ponto místico da força suprema. Seu campo de ação é a mata.

POVO DA GUINÉ
(PAI GUINÉ)

Legião dos negros escravos que trabalham na cura de males físicos, através da magia e do conhecimento adquirido através de longos anos de estudo e vivência nas coisas sagradas.
Vibram nas cores branca e preta. 

POVO DE MOÇAMBIQUE
(PAI JERÔNIMO)

Legião de espíritos dos negros escravos que trabalham com as forças que se transformam do cativeiro para a liberdade, através da paciência em suportar o cerceamento do direito de liberdade do ser humano. Vibram na cor roxa. Seu campo de trabalho é a pedra da mata ou dos oratórios construídos na mata.

POVO DE LUANDA
(PAI JOSÉ) 

Legião de espíritos dos escravos negros que trabalham exclusivamente na caridade, embora se apresentem combativos e exigentes nos trabalhos executados dentro de rituais. Mas, apesar desta característica de exigentes, são extremamente bondosos e usam seus profundos conhecimentos ritualísticos para combater demandas. 
Vibram nas cores branca, vermelha e preta. A grande força desta legião é a reza que são normalmente carregadas de muita magia e sabedoria.

POVO DE BENGALA
(PAI TOMÉ)

Legião dos negros escravos que trabalham com a missão de compreender o que representa para o ser humano a incerteza, a falta de resignação e o sofrimento, pois eles passaram por tudo isso aqui na Terra. Compreendem que muitas criaturas humanas embora creiam na força divina, são levadas ao erro e ao desespero pelo excesso de amargura. Desenvolvem, então, uma energia que transmite a paz e a compreensão, além de incentivar a caridade.
Vibram nas cores branco e preto.

Fonte: Revista Planeta- Cultos Afro-brasileiros - UMBANDA - 
Textos de Adilvar Brasão de Freitas. 1ª edição/1996

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM