CICLO DO PLANETA VÊNUS


por Cláudia Lazarotto - Astrologia Kármica

A Lei Divina é uma benção de Deus, mas nos exige sabedoria, resignação, Amor puro, perdão e auto-perdão, baseados na mais pura conexão com nossa maior verdade evolutiva essencial!

O  Momento de Vênus em Agosto de 2015, complementa o ciclo que iniciou-se em Dezembro do Ano, passado, de 2014, quando Vênus passou à frente do Sol, entrando num ciclo de Luz, em 15/08/2015, estes dois astros se encontram em conjunção exata em 22° de Leão, e ontem, dia 14/08/15 as 11:54h horário do Brasil, tivemos o plenilúnio de Lua Nova onde estão em conjunção Sol, Lua e Vênus em Leão, como mostra o primeiro mapa ao lado.
Leão signo regido pelo Sol e regente do Amor Universal. Nos pedindo que foquemos em nosso mais profundo e puro amor próprio verdadeiro em essência e banhado de honestidade.
Entre  um momento e outro Vênus caminha 2° chegando à conjunção exata ao Sol quando a Lua já terá caminhado alguns graus e estará em conjunção a Júpiter, ai então ambos em Virgem, O que podemos ver no segundo mapa, mais abaixo. O Signo de Virgem nos fala de grande oportunidade de cura, neste caso, cura em essência e como está refletirá em nosso papel no mundo e em nosso ciclo evolutivo.

A participação de Júpiter neste momento  é fundamental porque o inicio deste ciclo em Sagitário, signo regido por ele, que nos traz a Fé a Justiça Divina, a Abundância , a Sabedoria Divina e a Verdade suprema. Neste ciclo de Vênus fomos chamados à Verdade maior de cada um de nós em todos os sentidos. Em nosso momento evolutivo, na maneira que nos colocamos no mundo e como nos relacionamos com as pessoas e com nosso eu interior e superior.
Tivemos uma brilhante oportunidade de realinhamento com nossa essência e redirecionar nossa vida, porém sendo cobrados à responsabilidade de como usar nossa liberdade que nos é trazida por Urano, que aliás, continuará retrógrado até Dezembro.
Mas esta conjunção de Vênus, em ambos os momentos, está muito bem espectada com Urano, planeta regente da Liberdade, (da Transmutação, da chama Violeta), o que nos proporciona um folego novo principalmente no âmbito individual e focado em nosso Amor próprio, nossa identidade real e nosso ciclo efetivo de evolução.
No entanto, quando Vênus se encontra com o Sol e é ultrapassada por ele, dando inicio a novo ciclo, estarão Sol (eu interior), Vênus (Amor), Lua (emocional, Sentir) e Júpiter (justiça, Verdade), todos em quadratura com Saturno em Escorpião, mas, já em movimento direto. E nunca podemos esquecer o papel kármico e profundamente embasador de conquistas evolutivas deste nosso querido e as vezes temido Planeta Saturno.
Então o que isto significa na prática?
Que toda esta oportunidade de reconexão com nossa verdadeira essência tem uma abordagem séria e que dela dependerá o que encontraremos em nosso caminho daqui pra frente. Apesar do que nos doa ou não deveremos estar com exatidão na verdade de nós mesmos e no exato ponto que se fizer necessário à nossa evolução real e efetiva.
Afinal o momento astral é radical e decisivo, o Livre arbítrio cada vez mais soberano e a Lei Universal da Causa e Efeito em seu ponto mais alto na história de nossa Humanidade.
O que nos resta é respirar fundo com resignação a esta lei e muita consciência de que mais do que nunca a sementeira é livre mas a Colheita é senão obrigatória, inevitável.
E o foco na Luz e na transmutação no caminho da libertação só existe na conscientização, no aprendizado resignado, na Verdade, no Amor e no Perdão.
Contudo, só temos muito a agradecer ao Cosmos e ao Plano Divino, que nos abre grandes e abundantes portais de Amor para nos conduzir pelo caminho!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ANIS ESTRELADO E A GRIPE H1N1

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA