FEIRA DO VINIL EM BH - SÁBADO - DIA 09 DE MARÇO/2013


Banda Barão Vermelho é a homenageada na próxima Feira do Vinil


"Revigorando o Rock Brasil dos anos 80, a Discoteca Pública reinicia novo ciclo da Feira do Vinil e CDs independentes"

Depois de ter homenageado os grandes bambas da MPB em 2012, como Caetano Veloso e Tim Maia, a Discoteca Pública adentra 2013, homenageando o Rock Brasileiro com a próxima Feira do Vinil e CDs independentes, que será realizada no dia 09 de março, sábado, a partir das 10h, na Galeria Inconfidentes, Savassi.

Quem realmente viveu os anos 80, não pode deixar de lembrar que foi nesta década que o rock invadiu maciçamente as rádios brasileiras, com o surgimento de bandas como Blitz, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, Ultraje a Rigor, entre tantas outras. Influenciadas pelo rock inglês, americano e o movimento pós-punk, o rock nacional finalmente ganhou as paradas, sedimentando uma estrada que hoje ganhou adeptos das mais variadas vertentes e cantos do país.

Juntamente com a New Wave, o movimento definido pela mídia como "B-Rock" (ou seja, Rock Brasil) fundiu-se com o Punk, Diretas Já e o fim mais que tardio do regime militar, parindo filhos como Camisa de Vênus (considerada pelos críticos da época como a banda mais autóctone do rock nacional) e RPM, que se tornou grande fenômeno de vendas e sucesso absoluto nas rádios e toca-discos de todo o país.

Para começar o ano pós-carnaval com o novo ciclo da Feira do Vinil, a banda escolhida para ser homenageada foi Barão Vermelho, cujo primeiro disco foi gravado em 1982, contendo sucessos como "Todo Amor Que Houver Nessa Vida" (regravada por Caetano Veloso e tantos outros) e "Down em Mim", com o rebelde talentoso Cazuza nos vocais e letras, a guitarra "Bluesy" de Frejat e um trio afiado nos teclados, baixo e bateria completando um quinteto que ainda rendeu mais dois discos sensacionais até 1984, com a saída de seu líder Cazuza para seguir uma bem sucedida carreira solo.

“É bacana perceber que a busca pelo vinil só cresce e que a Discoteca Pública surgiu pouco antes desse novo momento do vinil no Brasil. As pessoas vão atrás de discos dos anos 60, 70, dos artistas que marcaram essas décadas na cultura nacional, como Jorge Ben, Caetano, Gil e os mineiros do Clube da Esquina. Mas, é interessante ver também uma procura pelos relançamentos, como é o caso de Tom Zé e Chico Science e até a galera que tem lançado seus trabalhos também em vinil, como Criolo, Lucas Santtana, Tulipa Ruiz, Lenine e Flávio Renegado”, afirma Pampani. Toda essa gama é encontrada para comercialização na feira, com preços variados. Além disso, CDs de artistas independentes poderão ser adquiridos a partir de R$ 10,00.
Para quem admira o estilo, a Feira do Vinil e CDs Independentes, já se tornou um evento inevitável, devido à sua importância. É o único programa de porte acontecendo há mais de 5 anos na cidade todo mês. Portanto, se estiver faltando algum álbum na sua discoteca dessa época, não deixe de passar na feira. É sempre um programa imperdível!

http://www.facebook.com/events/458918094178368/

Feira do Vinil e CDs Independentes
Data: 09 de março (sábado)
Horário: 10:00h às 17:00 horas
Local: Galeria Inconfidentes
Rua Pernambuco, 1.000 – Savassi / BH

Compra – Venda – Troca
LPs Novos, Usados, Nacionais, Importados, Compactos, ETC...
Todos os Estilos * Todos os Bolsos * RARIDADES

Reedições e novidades em vinil 180 gramas

Entrada franca
Colecionador, Você não pode ficar de fora!!!
Disco é Cultura
Informações (31) 2514-5710

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM