ASTERÓIDE "2012 DA 14" PASSA HOJE PRÓXIMO À TERRA




A Nasa se mantém atenta a um asteróide de 45 metros de diâmetro que passará perto da Terra nesta sexta-feira, mas sem risco de colisão.
O asteróide, de massa de 135.000 toneladas batizado de 2012 DA 14, poderá destruir, em caso de impacto, uma grande aglomeração. É o maior asteróide a passar tão perto da Terra já detectado pelos cientistas, ressaltou a agência espacial americana.
Descoberto em fevereiro de 2012, ele pode passar a uma distância mínima de 27.600 quilômetros --um décimo da distância entre a Terra e a Lua-- no dia 15 de fevereiro às 19h25 GMT (17h25 de Brasília) no leste do Oceano Índico na altura da costa de Sumatra, na Indonésia, a uma velocidade de 7,8 km/segundo. Ele passará muito perto da Terra, ficando a uma distância inferior à de alguns satélites.
"Em média, um asteróide deste tamanho se aproxima tanto da Terra a cada 40 anos e corre o risco de entrar em colisão com nosso planeta a cada 1.200 anos", havia indicado na semana passada Donald Yeomans, diretor do "Near Earth Object" (NEO) do Jet Propulsion Laboratory da Nasa durante uma entrevista coletiva à imprensa por telefone.


Animação mostra o asteróide 2012 DA14 como foi visto em 14 de fevereiro de 2013
 a uma distância de 465.000 milhas (748.000 km)


Nesta sexta-feira, ele poderá ser visto com um telescópio amador no Leste Europeu, na Austrália e na Ásia, onde será noite. Ele aparecerá como um ponto brilhante se deslocando no céu.
"Este sobrevoo oferecerá uma oportunidade única para os cientistas estudarem muito de perto um objeto passando a uma distância tão pequena da Terra", indicou a Nasa em seu site.
A agência espacial ressalta também que "dá a mais alta prioridade ao rastreamento de asteróides passando próximo da órbita terrestre para proteger nosso planeta".
O Goldstone Solar System Radar da Nasa, situado no deserto de Mojave, na Califórnia, acompanhará o asteróide nos dias 16, 18, 19 e 20 de fevereiro.

45 metros de diâmetro 

Devido ao tamanho reduzido deste objeto, as imagens obtidas pelo radar serão sem dúvida pequenas, com um máximo de alguns pixels de largura, indica a agência espacial. O asteróide também será seguido por diversos telescópios no mundo para tentar determinar sua velocidade de rotação em torno de si mesmo e sua composição. 
A televisão da Nasa prevê uma transmissão ao vivo comentada da observação feita durante meia hora a partir das 19h00 GMT (17h00 de Brasília) para a passagem mais próxima do objeto prevista para as 19h25 GMT (17h30 de Brasília). 
A Nasa fará também uma animação em tempo real do deslocamento e da posição do asteróide em relação à Terra, acompanhada de imagens em tempo real ou quase feitas por observatórios na Austrália e na Europa, se as condições meteorológicas permitirem.


Fonte:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

RUDOLF STEINER - ORAÇÃO DE MICAEL / FORJANDO A ARMADURA

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA