LÓTUS: A FLOR DA TRANSFORMAÇÃO



A transformação interna das qualidades passa por um processo "alquímico" que pode ser comparado ao do crescimento da planta da flor de lótus, até o seu desabrochar.
As raízes da flor de lótus ficam na lama (pois ela é uma planta aquática), firmemente sintonizadas com o elemento terra: metáfora do trabalho, do auto-conhecimento e da auto-aceitação, e de ter a disposição de lidar com os aspectos pessoais mais densos e instintivos.
Conforme a lótus cresce, ela atravessa o elemento água: metáfora das emoções do processo. Esta fase é um teste de resistência, paciência, humildade, sacrifício, devoção e fidelidade a si.
Então, a lótus encontra o ar, simbolizando as etapas do aprendizado da moralidade, liberdade, felicidade e o estudo e entendimento do processo pessoal.
Durante todo o crescimento, a planta - e depois também a flor - se abrem para o sol, o fogo, luz, calor e a surpresa da graça divina.
Para que as qualidades passem de um estágio do processo a outro, de um elemento a outro, sem se transformarem em mentiras, elas precisam ser adaptadas e adequarem-se às condições do novo meio. Cada elemento tem um modo de ver, de ser e de agir que lhe é característico e que precisa ser honrado. No processo pessoal interno, isto se reflete no modo, muitas vezes completamente diferente, como cada pessoa se sente depois que termina uma etapa e começa outra.
A insistência em utilizar comportamentos e ferramentas que foram úteis na fase anterior resulta em inadequação e paralisia do progresso, pois surge a dúvida sobre o que foi realizado antes. Parece que tudo que se conseguiu era mentira e não funciona mais...
Na verdade, novamente, é o momento de desvelar mais um amigo interno, que avisa que está no momento de conhecer outra forma disponível de inteligência pessoal.
Da mesma forma que cuidar de um jardim, na simplicidade da metáfora, cuidar do próprio desabrochar exige uma gama de conhecimentos em diversas áreas.
À medida que as plantas se tornam mais preciosas, maiores são os detalhes que precisam ser levados em conta.

Trecho extraído do excelente livro de Elaine Vieira: 
"O Jardim das qualidades - Uma abordagem para a Ecologia Interior". 
Editora Taygeta/2005

Comentários

  1. Soraia querida,

    Nossa, fiquei arrepiada ao ler sobre a flor de Lótus.....porque me identifiquei muito!
    Todos nós passamos por este Lindo processo "alquímico" interior, não é mesmo?
    Mas a forma como foi descrito, está perfeita!!!
    Puxa vida, vou imprimir e deixar comigo....me tocou muito!

    Um grande beijo em seu coração minha irmã, tenhas uma Linda semana!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lú!
      Que bom que você gostou.

      Deus coloca em nosso caminho muitas formas de manifestar seu amor por nós, não é?
      Pela história descrita acima, isso fica muito claro.
      A nós, seus filhos, basta prestarmos mais atenção e sentir a sutileza desta linguagem divina.

      Beijos mil e tudo de bom para você, querida amiga:)

      Excluir

Postar um comentário

Boas vindas!

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM