2ºRAIO: AMOR-SABEDORIA

O ÍMÃ-CÓSMICO
"Quando as pessoas vão aos espiritualmente esclarecidos, o erro desaparece sem que elas pensem conscientemente a respeito"
Joel Goldsmith

Segundo Angela Maria La Sala Batà em seu livro "Os 7 temperamentos humanos"  o segundo raio ou temperamento como ela denomina tem um aspecto duplo, isto é duas notas fundamentais: o Amor e a Sabedoria.

De pronto pode parecer estranha essa união de coisas aparetemente diferentes entre si, mas na realidade, isso é muito significativo e importante.
Existem as maiores confusões e incompreensões quanto à palavra AMOR, que tem sido usada, com excessiva frequência, para indicar sentimentos, impulsos, atitudes que nada têm a ver com o amor. Para compreender bem a verdadeira natureza e a essência profunda e espiritual dessa força, desse sentimento universal, é necessário inserir o amor em uma concepção mais vasta, e remontar à sua origem cósmica. O amor, na realidade, é a tendência profundamente inata em toda a forma, e em todos os seres, em toda criatura, à união à completação, à integração. É a manifestação da grande Lei de Atração que vibra em todo o Cosmos, dos planos mais altos aos mais baixos. É a expressão de um potente magnetismo universal, em o qual tudo se desagregaria e tudo se dissolveria em nada. Diz A.A.Bailey: "O Amor é o grande unificador. É o principal impulso de atração cósmica e microcósmica."(Tratado de Magia Branca).
A essa altura podemos perguntar: " Por que existe essa lei de atração? De que deriva ela?" Tudo aquilo que existe na manifestação, em sua multiplicidade e diferenciação, provém da mesma orgiem, do Absoluto, de Deus, portanto, de uma Unidade.
Em toda forma, em todo o ser, permanece sempre a marca, por assim dizer, dessa origem comum, quase um conhecimento obscuro e oculto dessa Unidade originária, e isso se revela numa tendência inconsciente, mas poderosa, para retornar à fonte, para reunir-se, superando as diferenciações e as separações, para completar-se e integrar-se, para readquirir o senso de unidade perdido. Essa é a causa da Lei de Atração que se manifesta em todos os níveis, em infinitas maneiras e graus, e que faz sempre sentir sua presença e sua força. É a força coesiva que mantém ligados os átomos da matéria. É o instinto gregário que estimula os animais a reunirem-se. E, enfim, no plano humano, aquela exigência profunda, aquela aspiração constante quanto a completar-se, a unir-se com qualquer coisa, com alguém que lhe seja diferente e que toma o nome de "amor", manifestando-se de muitíssimas formas, conscientes ou inconscientes, e em vários níveis, conforme o grau evolutivo do indivíduo, ou vai de um senso de unidade humana com os outros a um senso de unidade espiritual com todos e com tudo, de um senso de atração emotiva e de simpatia para com uma outra pessoa para um senso de completa identificação com todos os seres do plano espiritual. É aquela força que faz do homem um ser "social", capaz de criar para si relacionamento humano e vínculos afetivos, sobre o plano pessoal, e que depois, com o despertar do Eu Espiritual, torna-se consciência de grupo, e , enfim, consciência universal.
Levando o exame para outro aspecto desse raio, isto é, para a sabedoria, vemos que ela está unida ao amor, nesse tipo psicológico, para mostrar que o verdadeiro amor nunca é agitado, passional, turbulento, e sim um sentimento sereno, calmo, uma tendência espontânea para simpatizar com todos, uma afetividade natural, uma necessidade de união inata, que não põe em tumulto as ondas emocionais, não ofusca a mente, antes dá sensibilidade e intuição, compreensão e tato.
É a inteligência do coração, que, depois, em nível espiritual, torna-se intuição e capacidade de identificação. A sabedoria, portanto, está unida ao amor para indicar sua qualidade de amor maduro, compreensivo, intuitivo, abrangente. Na verdade, a sabedoria nasce quando a mente não põe obstáculos ao coração, antes colabora com ele e coloca sua luz a serviço da sua sensibilidade, assim o amor se torna também compreensão, antevidência, capacidade de ajudar e de aconselhar, de educar, e torna-se uma força do bem, real e inteligente.
Indo agora para o tipo psicológico das notas amor-sabedoria, vemos que ele é uma pessoa que, em geral, embora muito evoluída, pode passar inobservada, e suas qualidades também podem, inicialmente, deixar de ser reconhecidas e apreciadas, porque não aparecem à superfície, mas vibram em profundidade. Todavia, ele é um desses indivíduos que emanam calma e serenidade, que inspiram confiança, com os quais as pessoas são levadas a se abrir, a confiar, a serem elas mesmas, e assim mostrarem "o melhor de si", já que o segundo raio tem o poder de evocar a qualidade melhor de um indivíduo, com a sua compreensão, com o seu amor e com sua inabalável confiança no bem.

Textos sobre os outros raios já publicados no blog
1º Raio
3º Raio
4º Raio
5º Raio
6º Raio
7º Raio

Fonte: Trechos do capítulo " O segundo temperamento: amor-sabedoria, do livro "Os Sete temperamentos humanos", de Angela Maria La Sala Batà - Ed. Pensamento

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM