DOIS MOMENTOS DE SABEDORIA


No culto do "Evangelho Segundo o Espiritismo" que fizemos na última quinta-feira, o livro escolhido para o encerramento foi "Minutos de Sabedoria" de Carlos Torres Pastorino. 
Abertas ao "acaso" tivemos o privilégio de ouvir belas mensagens.

Cabe aqui dizer que, muito antes deste mundo virtual e facilmente acessível, nós aqui em casa ficamos sabendo da existência deste livro através de um programa do Clodovil que passava na televisão à tarde; não me lembro mais em qual canal era.
De certa forma, sempre que leio este livro me vem à lembrança o dia em que vimos o Clodovil "ensinando" a maneira de utilizá-lo: abra o livro ao acaso e leia somente uma das páginas, ou a da esquerda ou da da direita. 
Ele encerrava o programa lendo uma mensagem deste livro. 
Anotamos o nome do livro e saímos a sua procura, o exemplar que temos já é o segundo, pois o primeiro que compramos foi emprestado para alguém e não mais retornou para nós.
Acho que os livros também tem missões além da de ensinar, eles precisam caminhar, mudar de mãos e com esse não foi diferente.

Voltando ao caso, esta foi uma boa semente que Clodovil (às vezes tão criticado, às vezes incompreendido e às vezes polêmico) deixou para nós fazendo-nos conhecer o Minutos de Sabedoria.

Bem, desta vez não foi possível escolher somente uma página, já que ambas nos tocaram profundamente. 
Boa leitura.


"Se alguém diz que ama a Deus, mas não ama a seu semelhante, é mentiroso"
Isto foi escrito pelo Apóstolo São João, e expressa uma grande verdade.
Deus está dentro de todas as criaturas. 
Então, se temos raiva de alguém, isto atinge o próprio Deus que nele habita. 
Demonstraremos nosso amor a Deus, que não vemos, sabendo amar as criaturas que vemos e que vivem em torno de nós.
(pag.180)


----xxx----

Não perca seu equilíbrio interno. 
Por maior que seja a tempestade que o envolve, não perca seu equilíbrio. 
Todas as tempestades passam. E se soubermos recebê-las com serenidade, nenhum mal nos causarão. 
Jesus dormia no fundo da barca... 
Quando os discípulos o chamaram, nervosos, ele acalmou tudo. 
Faça o mesmo. 
Recorra ao Mestre  Divino, para que as tempestades se acalmem a seu lado. 
(pag.l8l)


Fonte do texto: Minutos de Sabedoria - de Carlos Torres Pastirinho - Ed. Vozes - 29ª edição/1988

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

RUDOLF STEINER - ORAÇÃO DE MICAEL / FORJANDO A ARMADURA

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA