LAO TSÉ / KWAN YIN


Lao-Tsé e Kwan Yin são dois mestres chineses que atuam juntos através dos raios de Luz Azul e Cristalino. O Cristalino representa aqui a clareza em seu interior e a Luz como centro de todas as coisas. O Azul, na parte superior do frasco, significa paz, consciência e a meditação de luz ascendente.
Lao-Tsé e Kwan Yin abrem espaço para a renovação, uma renovação que tenta acontecer em seu interior, em sua consciência, na maneira de encarar os acontecimentos da vida e na maneira de lidar com eles.
O Tao Te King ensina:
"Quando falas, lembra-te daquilo que não tem palavras." 

 Aceitação e Paz Interior
Palavras-chave:
Calma interior e descontração.
Estar no presente.
Não se perturbar pelo que está consumado,
 pelo passado, pelas outras pessoas, mas aceitar os fatos.

"A energia de Lao-Tsé leva-nos a um estado de 
descontração interior, de relaxamento e calma. 
Ajuda-nos a não julgar os outros e 
a não nos perturbarmos pelo acontecido, 
aceitando os fatos, decidindo e agindo, com calma interior. 
Lao-Tsé ajuda-nos a ver as pessoas como realmente são." 

A Entrega
Palavras-chave:
Pare de controlar.
Entregar-se ao curso da vida.
 Tolerância e empatia.

"A Energia de Kwan Yin ajuda na entrega ao fluxo da vida e
 na sintonização com a ordem divina.
O que foi retido começa a fluir:
 pensamentos, desejos e bloqueios corporais.
Sua energia une o a passividade à poderosa força feminina,
fortalecendo a tolerâcia e a empatia."

Hexagrama 60 - Chieh/Limitação



Este Hexagrama tem a ver com a nossa posição dentro dos limites que compreendem o comportamento correto. Como absorvemos idéias de nossa cultura, considerada decadentes pelo I Ching, este hexagrama adverte-nos de que os limites são essenciais para a conquista de nossos objetivos.
A limitação também tem a ver com a aceitação de que é nosso Destino aprender a reagir corretamente aos desafios e adversidades. Aceitação significa eliminar de nosso interior qualquer elemento de resistência à idéia de aprendizagem. Podemos estar dispostos espiritualmente, mas a lógica opõe resistência; podemos ter ganho o assentimento da lógica, mas o corpo se rebela; precisamos conquistar a concordância espontânea de todas as partes de nós mesmos - um assentimento não condicionado e nem limitado.
Os limites que observamos têm a ver com a idéia de sermos andarilhos em terra estrangeira; não podemos agir com presunção e arrogância, fazendo apenas o que apreciamos.


Textos:
Aura-Soma - O caminho do Coração, de Darsho Marlies Willing - Ed. Pensamento
As Cartas dos Grandes Mestres -  Petra Schneider - Ed. Pensamento
O Guia do I Ching - Carol K. Anthony - Nova Fronteira
Imagem 1: Aura-Soma-Die Heilkraft der Farben/106 Karten -  Kailash/Verlag - Mike Booth (arquivo pessoal)
Imagem 2 e 3: Ilustrado por  Ulrike Hinrichs - As Cartas das Grandes Mestres
Imagem 5 - Tao Oracle - Ma Deva Padma

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM