EXPOSIÇÃO DE PETRÔNIO BAX NA GALERIA DE ARTE DA COPASA DE 09/02 À 21/03/2010

Volto a registrar aqui minha admiração pelas obras deste grande mestre, soube ontem pelo noticiário da TV sobre esta exposição de obras inéditas de Petrônio Bax aqui em Belo Horizonte e creio que não dá para perder esta ótima oportunidade de ver suas telas.
Elas nos levam a outros mundos!




Obras inéditas de Bax abrem exposições de 2010 na Galeria de Arte da Copasa
Fone: (31) 3250-2232‎
Veja o mapa
aqui


A Galeria fica no seguinte endereço:
Rua Mar de Espanha, 525 - Santo Antônio
Entrada franca

Mostra fica em cartaz de 09 de Fevereiro a 21 de Março/2010

A primeira exposição de 2010 da Galeria de Arte da Copasa traz obras inéditas de Bax, um dos artistas mais conhecidos de Minas Gerais. A exposição “O Mar de Minas”, organizada pela filha Simone Bax, é composta por cerca de vinte quadros, alguns escolhidos pessoalmente pelo pintor antes da sua morte, em novembro do ano passado.

A água sempre foi um elemento de extrema importância na vida e obra de Bax. Pouca gente sabe, mas ele foi o primeiro empregado da Companhia Mineira de Água e Esgoto (Comag), que mais tarde veio a se chamar Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). ”Ajudei a formar aquilo lá”, contava orgulhoso, lembrando que trabalhava na seção de materiais, almoxarifado e transportes. Bax deixou o emprego de funcionário público para dedicar-se à sua arte.

O convite para a exposição foi feito poucos meses antes de sua morte, aos 82 anos. “Meu pai ficou muito feliz, afinal, ele também faz parte da história da Copasa”, explica Simone. Ela conta que, para esta exposição, selecionou quadros com muitos elementos do mar que, para Bax, era sinônimo de paz, tranquilidade e silêncio.

Além das obras, a exposição terá também um poema inédito, que fala da relação do pintor com os mares de montanhas de Minas. As obras mostram paisagens de cidades históricas submersas, o fundo do mar e algumas imagens religiosas, como o batismo de Jesus, entre outros cenários.

Durante toda sua vida como artista, Bax se inspirou em um mundo submergido nas águas e impregnado de misticismo – com Cristo submerso e rodeado por peixes, anjos ao lado de animais marinhos, o fundo do mar e pescadores. “Meu pai sempre dizia que a água é o início da vida, que sem água não existe vida”, relembra Simone.

Sua obra tinha um forte lado espiritual, apesar de Bax não seguir nenhuma religião. Ele se definia como cristão e, por isso, a sua assinatura é um peixe, um dos símbolos do cristianismo.

Petrônio Bax 11/05/1927 - 19/11/2009

Pequena biografia
Petrônio Pereira Bax nasceu em Carmópolis de Minas, em 1927. Bax, como gostava de ser chamado, estudou pintura com Alberto da Veiga Guignard e escultura com Franz Weissmann na Escola Guignard, em Belo Horizonte, entre 1946 e 1951, tendo sido contemporâneo de Amilcar de Castro, Mary Vieira e Jefferson Lodi. Participou de diversos salões de arte, ganhando muitos prêmios. Além das artes visuais, dedicou-se à literatura, tendo publicado cinco livros, entre eles Espelho de Alexandra, Som de um caramujo e Barco, sonho de pintor. O conjunto da obra de Bax é parte do patrimônio artístico e cultural de Minas e do país. Ao longo de 60 anos de carreira, Bax criou trabalhos artísticos diversos a partir de formas orgânicas e naturais, em pinturas que misturam a realidade com o sonho, sempre surpreendente.

Fonte: Imagem da Galeria e Texto: Copasa
Foto de Bax: dzai.com.br

Mais sobre Bax no Arcano Dezenove

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM