CARTAS XAMÂNICAS


Carta 36 - Lagarto - O Sonhador

" Sonhar é ir para o futuro."



Texto de Ana Paula Lago
“O QUE SÃO AS CARTAS DE CURA XAMÃS?
As Cartas de Cura Xamãs* (ou “Medicine Cards” no original), são utilizadas até aos nossos dias pelas tribos índias Norte-Americanas, pelo Xamã da tribo, numa perspectiva de cura interior e de encontro com o ser interior de quem procura a sua ajuda. Pessoalmente não gosto de lhes chamar um “Tarot”, visto que o grande objetivo da sua utilização é o procurar os bloqueios interiores da pessoa, que naquele momento não lhe permitem entender ou ultrapassar alguma situação ou questão da sua vida e não tanto o de antecipar acontecimentos futuros (apesar de isso também poder ser feito em certa medida). Isto é, numa consulta com as cartas Xamãs o foco é colocado “dentro” e não “fora” da pessoa, numa perspectiva de crescimento interior. Tenta-se encontrar dentro da pessoa aquilo que ela terá de alterar para que o bloqueio seja resolvido, assumindo que todos nós estamos a todo o momento construindo o nosso próprio “futuro”, e sendo esse encontro conosco parte fundamental da solução a encontrar.
QUAL O CONCEITO BASE DAS CARTAS?
A base do conceito destas cartas encontra as suas raízes no Xamanismo dos índios Norte-americanos, segundo a qual todos nós fazemos parte integrante da natureza e mantemos dentro de nós as experiências passadas vividas noutras formas vegetais e animais. Acredita-se que todos nós temos o espírito de um ou vários animais, que serão os nossos protetores e guardiões. É também através da linguagem dos animais que as cartas nos transmitem a sua sabedoria. Cada animal tem uma mensagem a transmitir que muitas vezes nos escapa e que está relacionada com a experiência de vida ou modo de ser desse animal (exp: a “formiga” é considerada sinônimo de “paciência”, o “cão” representa a “lealdade”, o “falcão” é o “mensageiro”, etc).


QUE INFORMAÇÃO NOS PODEM TRANSMITIR AS CARTAS?
As cartas de cura podem ser consultadas de várias formas e com vários níveis de introspecção e profundidade, de acordo com as necessidades e a vontade da pessoa que está recorrendo à esta fonte de sabedoria.

* Uma das principais mensagens que as cartas poderão nos transmitir diz respeito aos bloqueios que neste momento estão presentes relativamente à questão colocada ou a área de vida indicada e que não permitem que a pessoa avance, ou que a vida siga o seu “melhor” percurso, isto é, o caminho de acordo com a lei do menor esforço. Permite identificar quais os pontos fortes que a pessoa já possui a nível espiritual, emocional e mental e relativamente aos quais poderá não estar consciente e que a ajudaram a dissolver o bloqueio atual. Dá também a indicação da solução interna para o desafio presente que está sendo questionado e da forma como se poderão atingir os objetivos desejados. Estes tipos de questões podem ser colocadas em vários níveis (emocional, profissional, etc) relativamente a qualquer questão que a pessoa pretenda colocar e de forma mais generalizada ou mais específica.
* As cartas permitem ainda ir um pouco mais longe e não só identificar os bloqueios mais “surperficiais” e momentâneos, como também bloqueios que tenham a sua raiz num nível mais profundo. Acessando o nível do inconsciente poderão ser identificados padrões de comportamento que poderão estar na origem se situações que se repetem na vida da pessoa. O conselho de anciãos sempre defende que “numa árvore há mais raizes que ramos”. Desta expressão podemos deduzir a importância de acessar o que está por baixo da superficie e clarear o que está escondido (muitas vezes pela própria mente), rompendo com o véu de ilusões e mentiras que colocamos em nós e que limitam o nosso crescimento.
* Por vezes não estamos ainda preparados para começar este processo de cura e/ou de crescimento interior. A situação presente vivida poderá ser de tal forma perturbadora, que antes de avançar para um processo de cura interior há que entender as lições e os desafios de vida presentes, de modo a ultrapassar sentimentos de ansiedade ou depressão que possam impedir uma maior introspecção. Deste modo, as cartas poderão contribuir para perceber o que levou no passado a que se tivesse chegado ao momento presente e qual o caminho previsível que a situação presente irá tomar. Quais a lições de vida que já foram retiradas dessa situação e quais as lições de vida que ainda não forma aprendidas e que não estão a permitir a que a pessoa avance para novas situações. Dá-nos ainda a indicação dos entraves e das ajudas que a pessoa irá encontrar nesse processo.
* Podemos ainda ver a “imagem” que deteminada pessoa tem de nós, e qual o “sabor” do nosso relacionamento com essa pessoa, seja ele de amizade, afetivo, amoroso, profissional ou conflituoso.
* É ainda possível obter informação sobre “proteção e concordância do céu” relativamente a um determinado projeto ainda em fase de desenvolvimento ou em fase de estudo.
* Por fim, pode-se acessar a informação dos “9 Totens” da pessoa, isto é dos 9 guias que conduzem a pessoa desde o momento da sua concepção e que definem as suas orientações de vida e a missão que escolheu no momento da encarnação.


* No Brasil o livro de Jamie Sams é conhecido como "Cartas Xamânicas".
O texto completo está em http://zen.blogs.sapo.pt/tag/ana+paula+lago

Assista a entrevista de Ana Paula Lago falando sobre as cartas xamânicas aqui.
http://videos.sapo.pt/sapozen/pesquisa.html?word=Ana+Paula&imageField.x=5&imageField.y=10 




Imagem: Carta 36 O Lagarto - Cartas Xamânicas de Jamie Sams e David Carson



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM