MADRU


Estive lendo Madru - A lenda da Grande Floresta, de Frederick Hetman.
Como o próprio título do livro diz, trata-se de uma lenda, a respeito de um jovem, Madru, que tem uma missão a cumprir, a proteção da Grande Floresta.
Cada capítulo tem uma carta como ilustração e fornece o tema sobre as lições, situações e caminhos que o personagem terá de enfrentar.
Para quem gosta (e para quem não gosta) de tarô, existem muitas mensagens que são transmitidas através das cartas e do próprio desenrolar da lenda que revelam muitos aspectos e situações que vivenciamos no nosso dia a dia, e outras questões maiores, como a devastação e destruição das florestas, matas nativas, e também dos animais que nelas vivem. Tudo gerado pela ganancia "dos interesses lucrativos".
Para onde nós estamos indo por conta disto?
"os seres humanos entenderão que são as únicas criaturas vivas capazes de destruir o equilíbrio natural do cosmo-e isso deve levá-los a ter mais cuidado e consideração para com as outras espécies vivas, especialmente, as árvores, os animais e as terras férteis".
 Frederik Hetmann.

As cartas trazem os nomes dos arcanos do tarô e cada uma é representada por uma árvore, que por sua vez tem uma mensagem ou significado dentro da linguagem da floresta.
Se fosse para falar do livro em si, infelizmente após o Capítulo 16 a lenda perde um pouco seu encanto e magia, é como se sobrassem cartas e já não houvesse mais assunto.
Mas isso já é uma outra história...

Algumas cartas e seus respectivos significados:

As cartas
A Temperança - O Pinheiro
Simplicidade, modéstia. Apego apenas às coisas essenciais à vida.
*Dentro da tradição Celta o Pinheiro está associado a culpa e ao alívio da mesma.
No sistema do Dr.Edward Bach, há um floral chamado Pine.

A Roda da Fortuna - A Nogueira. Limite, limiar dos reinos da consciência, os tempos, o destino, ambivalência.


O Mundo - A Maciera
Renascimento. Unidade entre o mundo do aquém e o mundo do além, unidade, do interior e exterior, do que está no alto e do que está embaixo.
* A maçã é o símbolo da beleza, juventude eterna, vitalidade, amor e romance - a celebração da vida.


Fonte: Livro Madru - A lenda da Grande Floresta, de Frederick Hetman
2ª Edição - 1991 - Editora Pensamento/SP- Ilustrações das cartas por Tilman Michalski.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORAÇÃO AO JUSTO JUIZ - ORAÇÃO DA PROSPERIDADE - ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

NÓDULOS LUNARES - DESCUBRA QUAL É O SEU CARMA

OS SIGNOS DO ZODÍACO: SUAS CORES, PEDRAS, FLORES... - 1ª PARTE - DE ÁRIES A VIRGEM